Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise de MangáFumetsu no Anata eresenharesenha crítica

Fumetsu no Anata e - O novo Mangá da Autora de Koe no Katachi | Primeiras Impressões


O novo mangá de Yoshitoki Ooima, Fumetsu no Anata e já começou a ser publicado na Weekly Shounen Magazine. Desta vez a autora de grande prestígio pela obra Koe no Katachi nos traz uma narrativa mais madura que mistura elementos místicos com um desenvolvimento dramático.

Acompanhamos uma certa esfera chamada de "Isso" que foi deixada naquelas terras e possui a habilidade de tomar forma de qualquer coisa existente, aprendendo com a observação como tal elemento se comporta para agir de forma semelhante. A esfera vai se transformando, passando por vários estágios até virar um lobo com certa consciência. Agora, ao lado de um garoto solitário em uma vila vazia no meio do nada em uma região polar, este lobo mostra uma fiel lealdade entre os personagens enquanto não sabemos o que ele realmente é, e como se conheceram.

Isso não é nem o começo. A narrativa da história encaixa muito bem todos os devidos detalhes para o ganho de empatia, a estreia segue com um ritmo agradável e considerável para que situemos o padrão de como será daqui para frente. Toda ambientação passa uma grande imersão à história, o que fica muito concretizado e funcional para o desenvolvimento dos personagens. Mesmo que por um período curto, a mesma ideia de amizade e existência humana apresentada no outro mangá da autora se faz presente em Fumetsu no Anata e, mesmo que em contextos diferentes, é perceptível notar esses aspectos profundos de relação que se assemelham, além da evolução na construção de ideias, organização de quadros e na narrativa.



Sem dar muitos spoilers, parte da história desse primeiro capítulo aborda a solidão do garoto que foi fundamental para o entendimento de algumas questões que o universo literário quer passar. Foi um pontapé inicial para com o rumo que a esfera "Isso" irá tomar, acredito que assim como no capítulo 00 de Koe no Katachi, esta foi apenas a concepção e base para o início de uma verdadeira jornada. No final, o lobo empreende representando a imortalidade que a história busca - e abordará em seu decorrer - e irá fazer como o garoto desejou dando início a uma grande aventura.
Yoshitoki Ooima fez uma ótima estreia com Fumetsu no Anata e. O capítulo serviu primordialmente para nos dar uma ideia de como será o rumo da história que conta com essa temática tão peculiar que envolve a subsistência do ser humano e imortalidade. A maneira em que a história é conduzida está mais madura em relação com o que a autora já apresentou anteriormente, e é uma ótima opção começar a acompanhar essa obra que estreou há poucos dias.

Avaliação: 4/5

***

Bottom Ad [Post Page]