Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

ghibliHayao MiyazakiIndústriaMatériaQuem Mais se Aproxima de Hayao Miyazaki?

Quem Mais se Aproxima de Hayao Miyazaki? | Matéria


Recentemente, o Anime News Netowork abordou o tema "Quem será o Próximo Hayao Miyazaki?" e mesmo que seja óbvio que não existe alguém que possa substituí-lo ou alcançar toda crítica e fama que ele obteve internacionalmente, levantaram vários outros diretores que poderiam se aproximar do mestre. Este post é uma versão adaptada e enxugada baseando-se nas impressões que tive do artigo.

Embora tenha anunciado sua aposentadoria em 2013, Miyazaki já pretendia se afastar do ramo desde Mononoke Hime, há anos antes disso. E logo depois de The Wind Rises quando oficialmente declarou se aposentar, o estúdio Ghibli que ficou mais enfraquecido sem a sua principal peça de produção abriu um grande furo e questionamentos na indústria: Quem seria o próximo Hayao Miyazaki? Alguém conseguiria chegar tão perto de seus feitos? Quais os mais adeptos a se aproximar do grande nome da Animação Japonesa?


Goro Miyazaki
Este homem era o que consolidava a ideia literal de "Quem é o próximo Hayao Miyazaki?". Goro Miyazaki era provavelmente mais consciente para substituir seu pai, mas acabou seguindo uma carreira diferente construindo backgrounds (paisagista). Acabou assumindo o trabalho de designer arquitetônico e começou auxiliar o estágios de planejamento do museu Ghibli; Em um certo momento o estúdio precisava de alguém para liderar um projeto e Goro era este alguém, porém Hayao ia totalmente contra essa ideia já que seu filho era inexperiente e nem ao menos era animador. No fim das contas acabou acontecendo, e Miyazaki reconheceu o trabalho do filho em Gedo Senki, que teve uma recepção bem confusa. As coisas chegaram a melhorar um pouco no seu segundo filme Coquelicot-zaka kara (From Up on Poppy Hill) em que Hayao Miyazaki ajudou a co-escrever, e conseguiu receber até mesmo um prêmio  bem prestigiado para Sanzoku no Musume Rounya, com uma boa crítica positiva a produção, mesmo que o uso do 3DCG não agradasse tanto. 

As obras de Goro Miyazaki não eram de alguém que queria seguir os passos do pai, até porque ele mesmo já declarou isso uma vez abertamente. O caminho de Goro será para ele se tornar outro Miyazaki, e não o próximo.

Gedo Senki

Mamoru Hosoda
Provavelmente o sucessor mais aceito, com um tom de ironia não intencional. Este cara lança filmes metodicamente a cada 3 anos, estes com ambientações fantásticas. Cada um tem sido mais bem-sucedido do ponto de vista financeiro do que o anterior, e até mesmo em nível internacional ele ganhou um reconhecimento inabalável. Um candidato perfeitamente adequado, então? Talvez, se você ignorar seu passado sombrio junto de Hayao Miyazaki e muito propriamente Ghibli. Ele se tornou uma exceção no estúdio ao ser confiado a dirigir um filme, apesar de ser um estranho. Seu estilo pessoal forte entrou em conflito com o que se esperava dele, e incapaz de convencer, os produtores o removeram do projeto que acabaria se tornando Howl's Moving Castle (O castelo animado), de Hayao Miyazaki. 

Não é nenhum segredo que os escuros sentimentos de Hosoda sobre a situação tingiram o filme que ele dirigiu depois de voltar para Toei: One Piece Movie 6: Omatsuri Danshaku to Himitsu no Shima, que então se tornou a plataforma de lançamento para sua carreira. Isso não quer dizer que Hosoda ainda deve se sentir amargo sobre o que aconteceu, mas faz as afirmações veementes de que ele deve ser "O próximo Miyazaki um pouco divertido", já que uma vez foram considerados criadores incompatíveis.

Ookami no kodomo no ame to yuki

Makoto Shinkai
Esse é o que todos provavelmente já esperavam ser citado aqui. Makoto Shinkai não é uma pessoa estranha para alcançar Miyazaki. Vários comentários na internet, por exemplo, já o concederam esse "título" a cada vez que ele produziu um novo trabalho, mas essas fracas declarações também poderiam ter sido algo bem distante da realidade. Hoshi wo Ou Kodomo foi seu filme que o trouxe estilisticamente mais perto da percepção das pessoas sobre a Ghibli, e assim intensificou muito os paralelos feitos por fãs e críticos. O filme não acabou por ser um favorito entre os que gostam do diretor, e, até então, seu alcance ainda era muito limitado; Por um longo tempo toda a sua obra só tinha recebido exibições muito limitadas e, portanto, não foi permitido causar um impacto enorme, embora online ele já fizesse algum sucesso. 

Kimi No Na Wa (Your Name) foi o seu primeiro filme dado ampla distribuição, e como já deve estar cientes, quebrou as realizações de todos seus trabalhos passados individualmente. Medir seu sucesso não faz mais sentido, depois de esmagar quase toda a filmografia de Ghibli e já se tornar uma das 5 maiores bilheterias do Japão de todos os tempos. Então agora, se tratando de anime, apenas um nome ainda vai estar literalmente em seu topo: O diretor de Sen to Chihiro no Kamikakushi (A viagem de Chihiro, maior bilheteria japonesa da história), Hayao Miyazaki. Uma rivalidade improvável entre dois artistas que não poderiam ser mais distantes quando se trata das histórias que eles querem contar.

Kimi No Na Wa

---

Quem é o que chega mais próximo de se tornar o próximo Hayao Miyazaki então? Se nenhuma dessas opções convenceu você, então você está  certo. Como dito no início do post, fundamentalmente ninguém pode substituir esse gênio da animação, mas também é um grande equívoco tentar aproximar vários diretores/artistas para um consenso do melhor. Os diretores que surgem durante esses argumentos nem sequer são estilisticamente semelhantes a ele, e o termo tornou-se uma abreviação envenenada de "Diretor de Anime Popular".

Embora haja um grande valor inerente nas realizações de Miyazaki, reduzindo-o apenas à fama dele está insultando-o como um criador. Mesmo que não ninguém o conhecesse e ele fosse impopular, ainda seria uma figura fascinante, então, o mesmo vale para todos os outros diretores desde que você respeite seus trabalhos, pois não é só porque um filme surgiu bombando mundialmente que as melhores ideias para uma história estejam contidas nele. 

O "próximo Miyazaki" é um termo vazio, nada mais do que um conceito de marketing gigantesco que não tem lugar para fãs e discursos críticos. Enquanto a internet estava ocupada discutindo sobre quem poderia substituí-lo, Hayao Miyazaki já quebrou sua promessa e revelou muito recentemente que ele estará produzindo um novo filme de longa-metragem. Ele vai continuar criando até seu último suspiro, e seu trabalho ainda permanecerá depois disso. O Miyazaki atual nunca se foi para começar, então esqueçam sobre quem pode se tornar "o próximo."




***

Bottom Ad [Post Page]