Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Sangatsu no LionAnálise Semanalresenharesenha críticaSangatsu no Lion

3-Gatsu no Lion #11 | Análise Semanal



E rei novamente mergulha em sua própria solidão, passando os últimos dias do ano sozinho com sua febre - exterior e interior -. Shaft de novo fez seu nome nessa primeira metade do episódio para mostrar a momentânea exclusão do personagem em comparação às outras pessoas. O garoto mais uma vez age inconscientemente egoísta em achar que ninguém se importa com ele, que está "sozinho e perdido" no mundo; Ele demora para voltar de pensar bobeira e lembrar de que Akari e suas irmãs são o ponto reverso da situação.


A voz de Momo-chan ecoando dentro do apartamento de Rei já desperta a ele tal lembrança de que existem pessoas que se importam com o garoto. Pois é, ele insolentemente esqueceu desse trio de irmãs que cuida tão bem de si, o episódio logo passa de uma depressão para cenas mais leves e descontraídas de Akari e as outras cuidando tão bem de Kiriyama e sua febre. A casa das irmãs é confortável e passa ao garoto lembranças do seu passado, de sua infância doce e inocente; Ele se sente aconchegado dentro deste espaço mesmo que seja de uma família que ele conhece há pouco tempo.


Subitamente, Akari é explorada quando é lembrado que sua famíla também têm problemas no fim das contas, Rei esqueceu disso. Elas nunca citam os pais porque querem superar o drama vivido no passado, e a própria Akari fala que se não fosse por Rei, ela estaria triste e sozinha. Esse diálogo foi mais do que fundamental para o protagonista perceber que não é só ele que possui esses sentimentos tão variados de tristeza e solidão; Assim como ele precisa de algum apoio, os outros ao seu redor também podem precisar, e o mais importante é que eles sempre mantém um sorrido no rosto para superar qualquer tipo de situação difícil. 


A tia de Akari que aparece no episódio, de maneira até cômica, também se mostra importante. Embora a mulher seja meio sádica e maluca por dinheiro - como aparenta ao dizer que quer homens indo visitá-la no bar para gastarem bastante -, ela faz, do seu jeito, um meio de Akari não ficar sempre solitária como se fosse uma dona de casa. E assim, lentamente Kiriyama vai ganhando seus vislumbres e desenvolvimento interior, mesmo que de modo lento, e que tenha um passo para frente e dois para trás.

Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★ (++) 
Extras


Então é assim que sua perna fica se você fuma?...

***



Bottom Ad [Post Page]