Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Sangatsu no LionAnálise Semanalresenharesenha críticaSangatsu no Lion

3-Gatsu no Lion #13 | Análise Semanal


Atraso de dois dias para essa décima terceira análise, mas aqui estamos agora.


É comum que as pessoas aceitem os favoritos em uma competição e não consigam - elas mesmas - se imaginar vitoriosa dada situação, em que não fazem parte destes nomes em destaque; Mesmo assim, ser profissional é o suficiente para ir simplesmente jogar esperando a derrota? Seria um erro confiar cegamente em favoritismo ao invés de se empenhar-se da melhor maneira possível. Misumi se mostrou sagaz na batalha contra o "Yakuza" mesmo sabendo desse favoritismo. Seu pensamento em lidar com o fato de não o esperavam na final foi o mais coerente possível, e ainda assim ele se mostrou profissional o suficiente para tentar equiparar-se com o adversário.


Sua partida teve uma carga emocional bem forte com uma ost bem dramática e pesada tocando por trás, ainda que essas partidas funcionem melhor como um entretenimento de grande carga para aqueles que conhecem o Shogi e já estão habituados com tal, e isso não é um erro do anime, pois eles já explicaram e ilustraram da melhor - e mais simples - maneira o possível como a jogabilidade funciona; É apenas uma questão de costume. Misumi aceitou bem sua derrota com um grande humor (ainda mais cômico pela trilha sonora envolvida), levando até mesmo a dica de seu adversário consigo, agora ele tem uma nova esperança para recomeçar, e o gato preto que curiosamente encontrou simboliza bem isso.


Uma outra cena do loiro de óculos, dessa vez do início do episódio, me levou a acreditar que a animação estava bem inconsistente e estranha naquele começo. Ele mexendo na geladeira e tomando café enquanto olhava o jornal foi muito estranho, ainda que houvessem bastante frames em ação não estava compacto; De qualquer forma essa parte foi propositalmente feita com aquela ost debochada para demonstrar que ele "não estava preocupado" com sua partida.


Por fim, Kiriyama ficou tão concentrado contra Gouda que não percebeu os erros que fez com o seu adversário da semi final (irmão do seu amigo gordinho). Pelo desejo cegante de simplesmente derrotá-lo, nem percebeu a feição do rosto adversário, e por jogar imprudentemente desse jeito se viu enrascado. A parte visual do anime trabalhou bem com esse impacto não exibindo o rosto do adversário (exemplo acima) até que Kiriyama percebesse que estava sendo literalmente cercado, para então notar o rosto daquele homem.

Agora no desfecho dessa partida provavelmente o irmão de Nikaidou será mais desenvolvido, uma vez que já foi notado, e Rei deverá vencê-lo sem muitos problemas se ficar concentrado novamente. Pois como ele mesmo falou, o homem só fez "jogadas padrões". 

Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★ (++)

Bottom Ad [Post Page]