Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise SemanalAnálise Semanal Witch Academiaresenharesenha críticaWitch Academia

Little Witch Academia #2 | Análise Semanal


Nesse segundo episódio tivemos um pouco de readaptação ainda da primeira OVA, como a aula de magia e a cena da Diane implicando com a Akko no refeitório. Momentos esses que ficaram melhor do que no episódio especial; Foi abordado a parte de introdução à magia, o aprofundamento na personalidade dos personagens e houve a sutil, mas interessante, aparição da professora Ursula.

Sobre a introdução da protagonista à magia, as aulas foram intrigantes; Em particular vi muitos tentando compreender aquele texto que a Diane conseguiu ler, mas ninguém foi capaz desse feito, e é provável que ninguém realmente seja porque aquele texto aparentou ser randômico.

Houve mais uma divergência da OVA para o episódio de TV, sobre ideia da Sucy em aplicar aquele broto na cabeça da colega, no qual eu achei melhor do que o nariz comprido do especial; Isso ainda teve um belo significado já que “broto” lembra evolução, começo e esforço, combinando com a personalidade da novata.


A Diane demostrou desprezo a sua antiga ídola Chariot, logo ela expõe uma postura firme, com grandes deveres a cumprir devido a sua família Cavendish, mesmo que no fundo seja uma boa amiga, como mostrado quando ela não quis receber os créditos por ter salvado a árvore memorial; Baseando-se nisso, há expectativas daquela dupla se tornar uma grande amizade logo.

1º episódio, cena da Diane no show da Chariot
Enquanto isso a Ursula começou a demostrar interesse na Akko e a comprovar suas semelhanças com a garota, ambas são desastradas; As pessoas não esperam muito delas mesmo que sejam esforçadas, e pelo fato da professora ter demostrando saber utilizar o “Shiny Rod” isto me leva a pensar que ela seja a Chariot. Somando essa conexão entre elas com a hipótese temos a realização do sonho da protagonista em se tornar a Chariot, e nesse ponto é aonde o anime irá se desenvolver e terá o seu plot principal.

Finalizando, esse segundo episódio ainda é introdutório pelo fato dele lembrar o gênero slice of life, não abordou nenhum plot principal, somente nos aprofundou nesse universo e revelou mais dos personagens. Com isso, o anime se mostrou mais concreto na sua capacidade de expor a história.

Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★

Extras:


Diana Cavendish, foi uma pessoa real, nasceu em 1909 e morreu em 1992, teve vários maridos; Não possuiu nenhum feito importante na história, porém a família Cavendish é muita famosa na Inglaterra, fonte aqui.

A animação “RAW”, crua, da cena da Akko usando o “Shiny Arc”, postada no Tweet do animador:
fonte aqui



Bottom Ad [Post Page]