Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

análise semanal sakurada resetresenharesenha críticasakurada reset

Sakurada Reset #12 a #15 | Análise Semanal




Aqui é o Nick, e a pedidos estarei dando continuidade as análises de Sakurada Reset. Não tenho muita afinidade com o anime, então vou tentar deixar opiniões e gostos pessoais de lado. Basicamente farei um mega apanhado do que foi de mais relevante nesses 4 episódios (12 ao 15). Então vamos lá.   

Tivemos a abertura de um novo arco no anime, trazendo a Souma de volta. Uma coisa que já estava sendo esperada há algum tempo, visto que estavam cozinhando este fato dês de sua morte. Porém, não foi nada incrível ou impactante a reaparição dela, o melhor modo de dizer é que foi indiferente. 

Houve um diálogo, que foi de certa forma, bom. Conseguindo de uma maneira não direta, mas ao mesmo tempo não enrolada, explicar sobre a Souma e seus objetivos. Faltando somente alguns segredos, todavia isso faz parte do mistério. O único problema do mistério foi a falta de impacto real. O protagonista diz que vai tirar a Souma da cidade, contudo você não tem noção do impacto que isso pode gerar; ficando somente assistindo sem se importar ou se interessar, fazendo você pensar onde que eles vão chegar com isso. 
   

Uma das melhores novidades que tivemos a partir do capitulo 12 foi a nova cara que o anime recebeu, esse arco trouxe todo um clima diferente. Ficando bem evidente no episodio 13. Com momentos mais filosóficos e se aprofundando mais na mitologia da cidade. 

Gostei muito do capitulo 14, que teve o desfecho no 15. Com o reset trazendo consequências interessantes para a Haruki e principalmente para o Kei, mudando o progresso que a Haruki havia feito. A cena carregou um importante momento, quando ela percebe que estava deixando sua vida nas costas do Kei, dependendo dele para tudo. Ela havia chegado sozinha naquela decisão, mostrando que ela queria e já estava evoluindo. Mas sacrificaram essa evolução para colocar o peso do reset nos ombros do Asai. Achei uma ideia muito inteligente, dando uma carga importante para a obra e aos poderes da Misora.  

Um ponto que deixa a desejar são as reações dos personagens, sinto uma falta gigantesca delas. Me parecendo que todos, especialmente a Souma, estão acima de tudo e que sabem tudo que vai acontecer; tudo bem que a Sumire realmente sabe, já que ela vê o futuro.

  
A forma como a Sasane foi reutilizada foi decepcionante; mostraram uma personagem com um poder que parecia devastador, dizendo que iria "destruir" o mundo se ele estivesse errado. Isso era passado até mesmo na postura como o Kei agia ao lado dela. Só que no momento de realmente destruir o mundo dos sonhos, ela simplesmente derruba as casas. Achei muito mal utilizado, tudo bem que o mundo dos sonhos será empregado novamente, mas acharia muito mais dramático a Ukano realmente devastar aquele lugar. 

Os conflitos da Michiru, ficaram na linha tênue entre o ok/básico e o chato. Basicamente o Kei fez com que a Michiru aceitasse seus próprios monstros interiores. Isso criou um laço entre os dois, que seria útil mais a frente para os planos do Kei.   



Souma demonstra sentir o peço de suas ações, visto as consequências do reset. Ele pode aparentar não se importar, como algumas pessoas alegam, mas isso é por conta do estilo do anime, que dá essa neblina nos personagens, não deixando claro os reais sentimentos deles. Então o momento que mostra somente a boca do protagonista foi a forma de mostrar como aquilo foi doido para ele, ainda assim ele tenta manter a postura. Porém, ele sim se importou e sentiu o peso de suas ações, mas isso tudo ele joga internamente.  

Espero um melhor desenvolvimento da Haruki, com uma compensação da evolução que ela perdeu com o reset, e da Souma; tirando ela desse pedestal como se nada a tocasse ou a abalasse.   
Extra


Heheheheheheh eu ri.
Avaliação - Episódio 12: ★ ★  ★ ★  
Avaliação - Episódio 13: ★ ★  ★ ★  
Avaliação - Episódio 14: ★ ★ ★ ★ ★  
Avaliação - Episódio 15: ★ ★ ★ ★ ★

***

Bottom Ad [Post Page]