Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

análise semanal sakurada resetresenharesenha críticasakurada reset

Sakurada Reset #16 a #19 | Análise Semanal



A cada episódio de Sakurada Reset a história mostra caminhar para uma resolução final extremamente simples e até mesmo superficial. Porém isso acabou mudando depois do episodio 19, que conseguiu fazer aquilo que eu estava implorando há 18 capítulos: um bom drama. Finalmente foi feito um drama descente, bem construído usando elementos de episódios anteriores e sem ser maçante, utilizando o item visual para exemplificar e relembrar certas coisas.

Mas antes do episodio dezenove temos outros tres para comentar (16 a 18). Começando pelo capitulo 16, em que houve a revelação do grande plano do Urachi. É um plano até que interessante, o de querer apagar todas as habilidades em Sakurada, porém já era meio esperado visto que ele já havia dito que odiava os poderes. 

E finalmente Kei tomou alguma atitude em relação a Haruki. Ele conseguiu compreender a razão dela não conseguir sorrir. Misora era a única tentando avançar o relacionamento dos dois. Antes que Kei possa dizer qualquer coisa Haruki confessa (já sabíamos) que ela odeia Soma, já que ela imagina que com Soma em jogo Asai não vai mais precisar dela. Essa é o lado mais frustrante da Misora, a parte dela que fica dependendo do quão útil ela é para o Kei. Essa é visão mais errada que pode ter de si mesmo. E então Kei diz que gostaria de conhece-la sem a habilidade dela, e ter momentos com ela; acredito que isso é o mais perto que iremos chegar de uma confissão romântica. E com isso espero que a Haruki pare de se ver de uma forma tão objetificada, se vendo mais do que uma ferramenta para o Asai.  

       


E com essa fala do Kei veio o sorriso da Misora, mostrando seus sentimentos e emoções realmente avançando. Isso é um bom sinal para o desenvolvimento da personagem. 

          
Foi um episodio mediano, com alguns eventos interessantes. O episódio foi interessante mas ainda continua com os mesmo defeitos que perpetua por toda a série - a quantidade muito grande de informação; boa parte irrelevante. 

Agora indo para o episodio 17. Foi melhor explorado o passado da cidade. Em um flashback vemos que haviam três usuários de habilidades, mais especificamente podemos dizer que os primeiros usuários. Um sendo a bruxa e os outros 2 os país do Masamune. E descobrimos que as habilidades não são apenas em Sakurada, e sim mundialmente. No entanto, a mãe do Masamune contem as habilidades para somente Sakurada. O motivo disso é a visões que a bruxa teve, onde concluiu que o melhor para o futuro era conter os poderes. 

Para que a contenção das habilidade continuem eles petrificaram os pais do Masamune, isso é uma boa explicação do motivo dele odiar as habilidades. Já que esses poderes não trouxeram qualquer alegria para sua família, muito pelo contrario trouxe somente somente infelicidade, com os sues pais tendo que trabalhar duro para garantir a segurança contra habilidades.             



Isso é uma boa transição para o que Kei está vivendo no presente. Muitas coisas ficaram mais claras, isso depois de um telefonema do Hitsuchi. Descobrimos que as mensagens gravada que o Asai está recebendo foram gravadas antes da Souma morrer. Ela usou Hitsuchi para esquecer o que aconteceu e depois fez o próprio Hitsuchi esquecer e a única maneira que ela era capaz de lembrar tudo foi depois de ver uma foto da Souma. 


Acredito que isso foram as coisas mais relevantes do capitulo. Esses dois episódios foram carregados de informações com explicações importantes para a historia, todavia é só isso. Isso era para ser um elogio, já que uma historia precisa de informações para andar e avançar. No entanto a obra faz da pior maneira, que é jogar na cena com um diálogo, fazendo você olhando intendendo e não tendo reação.       



Agora indo para o episodio 19 tivemos um foco maior na Souma. A Souma passou de uma personagem que eu gostava bastante, achava ela encantadora, para uma personagem perdida em meio a tantos planos. E levando o Kei junto para esse buraco, tornando ele apenas um boneco que segue o que ela diz. Tivemos a volta da questão do android, voltando para dar um maior contexto para o arco. 

Em meio a tantos defeitos na obra uma coisa eu tenho que destacar, que é eles pegarem um momento tolo como a Souma pedindo para tomar banho na casa do Kei, e transformarem em um puta momento de drama com diálogos sensacionais, e ainda contribuindo para o desenvolvimento da historia, isso é louvável. E a explicação fez absoluto sentido. Essa foi, até o momento, a cena que mais gostei de todo o anime. O sacrifício que ela teve que fazer, toda a dor e ressentimento que carregou por deixar de existir. E como é mostrado nos episódios posteriores a esse, ela seria uma garota normal sem essas habilidades.    




O anime nesses capítulos me passou uma sensação extremamente frustrante, que é a de ter perdido alguns detalhes das explicações. 

Sakura Reset até agora se resumiu em truques que são bastante interessantes sobre viagens no tempo e super poderes, mas uma vez que você realmente começa a assistir você percebe uma serie de erros. Todavia no meio desse emaranhado de episodio maçantes, com cargas grandes de informações inúteis, tivemos um episodio que eu poderia dizer que honestamente gostei, que foi o capitulo 19. Sou um fã de bons dramas, e finalmente tivemos um genuinamente bom nesse episodio citado. 

Avaliação - Episódio 16: ★ ★  ★ ★  
Avaliação - Episódio 17: ★ ★  ★ ★  
Avaliação - Episódio 18: ★ ★  ★ ★  
Avaliação - Episódio 19: ★ ★ ★ ★ ★(++)

***



Bottom Ad [Post Page]