Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Sangatsu no LionAnálise Semanalresenharesenha críticaSangatsu no Lion

Sangatsu no Lion #24 | Análise Semanal



O décimo quarto capítulo passou um intenso foco nos personagens secundários e na forma como eles estão interagindo com o meio do shogi; Rei apenas observou as partidas durante todo o decorrer do episódio - além de ter aguentado Nikaidou que está louco para fazer uma partida contra o protagonista e ter refletido sobre certo ódio.


Ok, ela ficou extremamente fofa.

Kiriyama remeteu-se a uma grande reflexão pela presença de Gotou neste episódio. O protagonista tem más recordações deste vilão metido a yakuza pelas relações bem suspeitas [e erradas]  que possui com sua meia-irmã. As lembranças do garoto trouxeram de volta à tela todo o tom dramático e cinzento do primeiro cour, as lembranças daquele homem o surrando na rua, quando tentava defender sua irmã, passaram pela cabeça de Rei naquele momento presente levantando dúvidas sobre como ele deveria se comportar ao lado de Gotou em uma sala formal para os fins do shogi. Foi notória a forma como o protagonista conseguir virar o jogo de seus pensamentos, pois observando as interações de seus superiores jogando shogi e a forma cordial do yakuza na sala, ele rapidamente levantou uma questão sobre se realmente deveria odiar aquele homem. Se fosse como anteriormente, ele não se questionaria disso, esta é mais uma prova de como a cabeça do mais não tão depressivo Kiriyama mudou, e de como ele percebe que os humanos são um caos e odiá-los só trará mais repúdio, ódio e infelicidade.


Ao mesmo tempo, Gotou recebeu um background um tanto questionável nessa sua saída de cena. O pseudo-yakuza é casado, sua esposa está adoecida no hospital. Esta revelação humaniza muito mais o personagem e segue de completo à decisão de Rei de não odiá-lo, de repente a obra quer nos fazer sentir algum tipo de empatia, pena ou pelo menos quer fazer com que deixemos de repudiá-lo tanto. Mas será que isso funcionou? Logo depois ele se encontra novamente com Kyouko, aparentemente ela o ajudou de alguma forma em sua visita ao hospital, dessa forma já conclui-se que ela sabe de sua situação e que só está o ajudando; mas então é mostrada a cena dos dois dormindo juntos em um quarto de hotel. Seria esse um tipo de relação em que Gotou enterra suas angustias com outra mulher, ou a parte do hotel foi apenas um detalhe, pois eles não agem como amantes? Isso é muito questionável e a primeira opção tende a me parecer mais óbvia, mas enquanto ele dorme com a loira comicamente amarrada, o anime novamente tenta humanizar este homem fazendo Kyouko observá-lo dormir de maneira serena. Este complexo ainda precisa ser melhor entendido.


Por fim, é dito como Shimada está se recuperando de sua derrota contra o tão louvado Souya, praticamente com uma terapia mental para fortificar-se e voltar à ativa. Esperamos que ele volte logo pois é um personagem muito interessante. A nova vitória de Souya sobre o seu desafiante, que parecia ter um pouco de vantagem, mas que desistiu por não se achar apto a derrotá-lo, fatigou ainda mais a questão dos ali presentes que assistiam a partida pela televisão - incluindo Rei -, que nem sempre é fácil lidar com as peças e com o próprio shogi. As peças estão ali, na sua frente, a resposta para alguma jogada pode parecer óbvia vindo de fora, mas a tensão do momento e o esforço mental ligado nos dois jogadores que estão sentados de frente causam certa dificuldade em encontrar respostas. Isso é abordado de maneira superior e não é a primeira vez que presenciamos algo do tipo na série.


O segundo ato mostra seu desfecho com o desabafo físico de Kumakura, o desafiante derrotado por Souya, mostrando-se muito aflito com sua angustiante derrota, destruindo até um pedaço da parede por causa disto. Possivelmente ele deverá ganhar mais foco na história a partir de agora - este episódio do segundo cour então serve para mostrar problemas e angustias dos personagens secundários que também passam por dificuldades como o protagonista, ao mesmo tempo que este aprende a lidar muito melhor com as situações que surgem ao seu redor.

Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★ (++)

Extra


Endcard do episódio por Mari Okazaki, ficou lindíssimo.

***

Bottom Ad [Post Page]