Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Semanalanálise semanal Kujira no KoraKujira no Koraresenharesenha crítica

Kujira no Kora #6 | Análise Semanal



A primeira parte foi bem interessante. As pessoas, mais especificamente a juventude, de Falaina se preparam para a batalha que se aproxima. Depois de uma certa idade, até mesmo os Marcados não podem usar a Tímia, então eles dependerão de crianças para lutar, muitas delas bem pequenas. Acho coerente Suou e os outros que não podem lutar estarem considerando o peso que estão colocando em outros. 

Eles tem que esquecer todo o condicionamento pacifista e agora aprender a matar; coisa que seus inimigos são especialistas. Um idoso raramente visto faz com que Suou entenda o que é liderança: ele estará enviando crianças para matar e morrer. Porem, qual é a  outra alternativa? apenas sente-se e espere ser morto? Eles estão tomando a única decisão que pode levar eles à sobrevivência. Não se trata de vingança; Trata-se de impedir todos de se juntarem aos mortos. 

Uma pessoa da Baleia de Lama que nunca teve problemas para machucar as pessoas com sua Thymia é o Ouni. Ele mentalmente se prepara para a tarefa que esta a frente com seu velho amigo Nibi. Conseguimos com este episodio conhecer um pouco mais do passado de Ouni, que foi recebido pelo Nibi em sua gangue quando eles ainda eram crianças. 

Há tempos assustadores à frente com a batalha desequilibrada que se aproxima. Parece que o Nibi ficara ao lado do Ouni durante a batalha, talvez vejamos esse personagem morrer para dar uma motivação para o Ouni em algum ponto crucial da trama. Esse não é o episódio sobre essa importante batalha, mas sim a preparação para o que está por vir. E nisso, ele funcionou bem.


Como uma das pessoas que estão indo na missão de infiltração, Chakuro fará mais do que simplesmente testemunhar os eventos, ele será um participante direto neles. Forçado ele a usar seus poderes infames de "destruidor" para matar pessoas.

É um território inexplorado. Felizmente, Lykos ficará ao seu lado. Ela que cada vez mais ganha emoções, tanto de amor como de fraternidade. Lykos aparentemente está apaixonado pelo protagonista, como ela mesmo diz "os sentimentos atrapalham". É verdade! Mas sem sentimentos, a vida realmente valeria a pena? É interessante ver ela lidando com uma coisa que nunca antes havia sentido. 

O anime continua contente em nos manter no escuro sobre a Neri e sua aparente gêmea, Ema, ou a que está com belas asas de anjo da luz. Possivelmente ela vai desempenhar um papel mais educando o Chakuro nos segredos da Baleia de lama, talvez sobre coisas que ninguém conheça além dos anciãos. Algumas coisas que até mesmo os anciãos não sabem.


Os aldeões lançam areia um nos outros em uma tradição chamada "o retorno de areia", que joga os que foram consumidos pela areia no ar. Em uma cena tocante, Lykos testemunha Chakuro fazendo isso para a Sami. Depois da calma, a tempestade - uma tempestade de areia. Lkylos consegue ouvir antes que as luzes vermelhas possam ser vistas, mas o grande navio de guerra ainda não aparece completamente. Isso significa que a próxima semana será a batalha - sem mais procrastinar!

No geral, foi um episódio ok, fazendo toda a preparação para o que vem depois. A batalha está literalmente sobre eles agora. E estou um pouco preocupado com a bagunça que pode ser. A vantagem é com os atacantes porque eles são sem emoção e não se importam em entrar em uma batalha de vida ou morte. Embora essa vantagem possa mudar à medida que a luta continue. 

As emoções podem levar os defensores a entrar em pânico quanto a matar outras pessoas, e ainda ver seus amigos morrerem. Mas, eles também podem ser alimentados pelo desejo de viver e proteger seus entes queridos. Teremos que ver como tudo isso vai funcionar. Esperança levemente alta, para que o próximo episódio seja muito emocionante de assistir.


Avaliação:     ★ (+++)

Bottom Ad [Post Page]