Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

análise semanal kino no tabiKino no Tabiresenharesenha crítica

Kino no Tabi #12 | Análise Semanal


Kino o matador de ovelhas e causador do caos encontra um carro indestrutível e ovelhas loucas por cede de vingança aos humanos. Sim neste episódio Kino no Tabi atingiu um novo nível de qualidade e provou que o melhor estava no final, o diretor pode finalmente expor a sua qualidade e nem as piores previsões poderiam prever este episódio.



Diferente de todos os outros episódios onde por mais confuso que fosse a linha de raciocínio existia alguma forma de encontrar o tema principal, desta vez não se pode interpretar nada além do que superficialmente foi passado. Que em resumo é Kino sendo atacada por ovelhas, Kino atropelando elas, Kino atirando nelas, Kino salvando Hermes, não existe sequer algo para ser debatido.

E é justamente na ação que o diretor foca, ele não se preocupa nem em amassar o carro, colocar algo para indicar que o carro já estava ali há muito tempo, não existe nos pequenos detalhes cuidados, é tudo feito às pressas, como se o importante fosse ver as ovelhas sendo mortas, que por sinal tiveram dublagem muito estranha. Por isso se fosse apontar o culpado de 90% dos problemas em Kino no Tabi diria que foi o diretor.



Além disso o episódio é também um compilado de todos os pontos ruins mostrados até agora, sendo o “melhor para o final” um belo trocadilho aqui. Já não compensa mais reclamar de Kino no Tabi, então vamos tentar entender a única parte boa disso tudo, que ao meu ver reside no final na conversa de Kino e Hermes.

Hermes sempre vai ter a urgência de viajar, Kino sempre vai estar em viajem, a brincadeira é que um não pode viver sem o outro, por isso a separação deles é algo novo até, então Kino simplesmente faz uma piada “e se ela resolver terminar a jornada dela?” Acabou por ai o anime? Não acontece assim, ela simplesmente sempre pode recomeçar. Você pode ver toda aquela repetição como algo monótono ou como sempre novidade, no fim é uma questão pessoal.



Outra parte boa no episódio, é suas cenas, falando de modo visual e excluindo a história, existiu bastantes cenas interessantes e fundos bonitos, sem esforço as cores em vermelho e o fogo acompanharem bem a ação, visto que o diretor entende é de ação. Problema é que isso tudo não trabalha em prol de algo importante, é simplesmente uma apelação para que o conteúdo seja esquecido.

Em resumo, ainda bem que terminou, espero que tenhamos aprendido que alguns exemplos não devem ser seguidos, não existe motivos para ver este anime quando ele se compara ao antigo, não tem muito no que elogiar, logo ele recebe mais uma nota vermelha.




Extra:

Review completa de Kino no Tabi saíra depois do natal.

Avaliação: ★   ★ ★

Bottom Ad [Post Page]