Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise SemanalAnálise semanal Shoujo Shuumatsu Ryokouresenharesenha críticaShoujo Shuumatsu Ryokou

Shoujo Shuumatsu Ryokou #9 | Análise Semanal


Como é importante um anime que sabe o que é, sabe o que fala e para quem fala. E ser completo ao nível de conseguimos destacar o episódio da série como um Filme completo, carregado de temas interessantes, é algo em que Shoujo Shuumatsu Ryokou é muito bom em fazer.

A grande questão desta vez é “O que é ser vivo?”, e ela apareceu diversas vezes graças ao encontro com o robô inteligente (automata). Desafiando a nossa própria percepção do que é realmente estar vivo, por sentimentos como empatia, ser ou não ser orgânico. E como de costume a resposta veio de modo natural ao longo da história.

As garotas encontram o último peixe vivo em uma construção mantida por dois automatas, é então que o tipo de humor banal se torna algo interessante, “E se aquele robô falasse oi o que você diria?”, esta introdução suave é importante para capturar nossa atenção. A partir deste ponto elas começam a gastar algum tempo debatendo com o automata. 


A cena em particular delas brincando na água não é por acaso, é o primeiro questionamento sobre o tema com a Chito quase se afogando e passando por algo quase mortal. O engajamento no tema toma forma quando elas veem o peixe, apesar da Yuu só querer comer ele, ela resolve ajudar o peixe quando o outro automata gigante chega para destruir o local.

Esta se não é a melhor forma de demonstrar empatia, e este é a segunda tentativa de se responder a pergunta, elas tentam conversar com automata e pedir, porém um robô nunca foge das suas diretrizes. E logo a resposta mais aceitável vem por nossa filosofa, “talvez um ser vivo é aquilo que tenha um fim”.

Yuu filosofa e ainda muito corajosa
Esta afirmação com certeza é mais normal, aceitável e aberta para que outras percepções sejam integradas. De fato quase tudo terá um fim e por isto muitas coisas estão vivas, a terra, a cidade, os humanos, os automatas e os peixes. Após conduzir o tema ao seu fim, ele se torna quase um filme, pois ele é completo.

E qualquer um pode ver este episódio para apreciar o quão interessante é Shoujo Shuumatsu Ryokou, e para quem lê minhas reviews de Kino no Tabi aqui posso dizer e mostrar a importância de desenvolver o tema e não só apresentá-lo. Em relação a aventura tivemos várias informações novas.

Não existe mais ninguém no andar em que elas estão, e é de lá que veio o peixe que elas comeram, provavelmente estamos subindo, e uma das minhas expectativas é de que o último lugar a ser visitado seja realmente para marcar a série, algo fazível em obras episódicas, pois é bem triste chegar ao fim. No geral foi um bom episódio, dentro do costume e sem perdas de qualidade, tema interessante, desenvolvimento feroz e kawaii. Não tenho previsões para os próximos episódios, só vamos assistindo e aprendendo as lições.

Extras:

E uma bela fã arte:

Coincidência ou não, deixo para o acaso decidir o porque eu também fiz reviews de Little Witch Academia e Shoujo Shuumatsu Ryokou.

Avaliação: ★ ★ ★  ★ (++)

Bottom Ad [Post Page]