Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Semanalanálise semanal darling in the franxxdarling in the franxxresenharesenha crítica

Darling in the Franxx #11 | Análise Semanal


No mais novo evento em Darling a Festa do Chifre trouxe aos corações novas emoções enquanto o casal principal troca elogios com duplo sentido. Também Futoshi e Ikuno foram os vitimados de respectivamente Kokoro e Mitsuro que agora formam um novo casal.

O episódio teve como objetivo iniciar o Misturu com seu passado, onde podemos ver o motivo de sempre estar com raiva e não gostar do Hiro, o velho clichê da promessa não lembrada comum em romances que resultou em efeito adverso sobre a sexualidade do Misturu e estragou mais nossa empatia.

Ele pode não ser pensando para nós agradar, então não seria incomum descarregar nele a obrigação de particionar o grupo afundando junto a Kokoro. Perceba não é relevante o motivo dela abandonar o Futoshi e sim como isso influência na dinâmica do grupo, visto que a explicação deve ser banal.
Por trás de tudo o que eles pensam saber na verdade é motivado por bons resultados no campo de batalha, um plano do Dr. Franxx onde nem os coordenadores (Nana e Hachi) estão participando. A troca de parceiro pode ser vista de modo a ser a salvação de dois pilotos condenados ou um teste de controle para averiguar o quanto a união afeta o grupo.

A Ikuno demonstra ser homossexual e gostar da Ichigo e o Misturu tem problemas de saúde e havia tomado a arriscada vacina (novidade), a carga emocional implicada neles não supera a repudia, se eles morressem fariam pouca falta é uma grande falha no drama e sendo ou não a morte deles, o efeito que ela poderia ter se perdeu.
A Kokoro por sua falta de tempo nas câmeras não havia demonstrado sua real personalidade, e poderia ter continuado assim, mas ao trocar de parceiro e se desapegar do Futoshi uma ação que desencadeia certa empatia e ira, fez cair nela descontentamento e afastou sua importância se vier a morrer. Parece até que o anime buscou dar motivos para não ficarmos tão triste com a perda de alguns.

Já em segundo plano o episódio revelou mais acerca do passado entre 02 e Hiro, a teoria de que eles haviam se encontrado no passado se torna mais forte pelas roupas usadas no flashback, justificado o seu desempenho. É cedo para entender o motivo de terem apagado a memória do Hiro, causando o problema na promessa, e qual é o passado deles.

Por outro lado, a animação esteve muito fluída, fazia tempo que não aparecia tantas cenas de ação, e estamos chegando num ponto importante do anime onde deve ou avançar na sua história principal, para não acelerar no final, ou confirmar sua dedicação a evolução dos personagens.

No geral foi um episódio atípico e causou muita repudia sobre a Kokoro, não considero que veremos outro igual a este pela forma como os japoneses veem as opções sexuais, o Mitsuru deverá começar a seguir o caminho normal e a Ikuno provavelmente não teremos uma abordagem mais profunda.

***
Extra:

Os seiyuus dos personagens foco do episódio, resumindo nem preciso dizer quem faz quem:


Bottom Ad [Post Page]