Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Semanalanálise semanal Megalo boxMegalo Boxresenharesenha crítica

Megalo Box #10 | Análise Semanal

A natureza de tragédia, em termos dramáticos, é tal em Megalo Box que há pouco ou nenhum suspense quanto ao que vai acontecer. O peso emocional para o público não vem de saber como as coisas vão se desenrolar, mas de saber e ser incapaz de fazer qualquer coisa para impedir. Não é uma formula que é extremamente popular na ficção moderna (embora certamente nunca tenha morrido), mas no campo dos trabalhos de boxe sempre foi algo básico, e ainda é. Há algo na natureza dos esportes em geral e do boxe em particular que parece se prestar à forma trágica.

Isso nos leva a Megalo Box - e embora eu não ache que você encontrará a palavra "tragédia" em qualquer uma das tags oficiais de marketing, é um rótulo que o programa parece usar abertamente. Alguém pode acusá-lo de ser um pouco óbvio demais com os títulos dos episódios, mas na verdade - já houve alguma dúvida sobre a direção dessa história? Teria existido, mesmo que Megalo Box não fosse o descendente de Ashita no Joe? As duas séries compartilham um parentesco mais profundo do que simplesmente fazer parte da mesma franquia.

Pelo menos para mim, mesmo sabendo que Nanbu-san trairia Joe no final não amorteceu o impacto quando finalmente aconteceu. Ele provavelmente estava dizendo a verdade quando disse ao Joe que ele realmente começou a acreditar nele depois de algum tempo, e eu não tenho dúvida de que ele adoraria poder deixar Joe lutar por seus sonhos e ficar de pé ou cair em seus próprios méritos. Mas Nanbu vendeu sua alma ao demônio há muito tempo. Joe nunca poderia estar bem com isso. Nosso herói não só leva muito a sério ser um lutador legítimo, mas também Megalo Box deixou claro o quanto Joe valoriza a confiança de seus parceiros. Toda essa batalha sangrenta por reconhecimento foi construída sobre a noção de que Nanbu só tinha fé em Joe depois dos fatos, e faz todo o sentido que Nanbu tentasse justificar isso como apenas um desvio no caminho. Mas claro, Joe iria irrompe-lo por ousar sugerir tal coisa. No que diz respeito às reviravoltas, a traição de Nanbu é ao mesmo tempo previsível e extraordinariamente eficaz, dado o que sabemos sobre esses dois personagens. A famosa parábola, do escorpião e o sapo, proferida não apenas uma vez neste episódio é apta. Fujimaki diz a Nanbu mais tarde no episódio, o velho não é diferente do lendário escorpião, que se destruiria por nenhuma outra razão além de ser uma criatura traiçoeira por natureza.
Novamente, não há nenhum suspense sobre qual será o resultado da semifinal entre Yuri e Pepe Iglesias - se Yuri não vencer, basicamente não temos final. Ainda assim, é uma luta bastante interessante - aparentemente, a TMS tem um falante nativo de espanhol para interpretar Pepe (o mesmo não pode ser dito de Burroughs e seu Inglês, embora seu ator japonês não seja de fato ruim); isso da um pouco de profundidade multicultural ao show. Yuri é um cara durão, com gear ou sem gear - mas tenho certeza que gostaria de vê-lo enfrentar Joe sem ele. E os desenvolvimentos neste episódio dão um leve impulso à estreita esperança de que isso possa acontecer.

Esses desenvolvimentos vêm principalmente na história de fundo do Sachio. Sachio está muito na mira, assim como Joe e Nanbu - Fujimaki deixou claro que ele vai cobrar também do garoto se Joe se recusar a entregar sua luta contra Burroughs. Nanbu fez algumas pesquisas (interpretando um palpite que ele pegou depois da reunião com o engenheiro freela da Shirato), e descobriu a verdade - o pai de Sachio era um engenheiro freelancer que aperfeiçoou o equipamento integrado que Yuri usa. E Shirato aparentemente roubou seu projeto e, em boa medida, o matou, presumivelmente para garantir seu silêncio. Tudo isso parece ter acontecido antes de Yukiko assumir a empresa.

Nanbu estaciona do lado de fora de uma festa no jardim oferecida por Yukiko e oferece a Sachio a chance de se vingar por tanto tempo da forma mais direta possível. Após um momento de contemplação furiosa, o garoto guarda a arma que lhe foi dada. "Eu vou me vingar ..." ele diz ao velho, "chegando ao topo com o Joe". Agora, eu não achei nem por um segundo que Sachio iria esfaquear Yukiko até a morte, mas o fato do show vender esse momento tão bem é uma prova de sua narrativa habilidosa e sincera. A fé de Sachio no poder inerente da causa do Time Sem Endereço não pode ser quebrada, então quando Nanbu o deixa para viver com a Yukiko, não tenho dúvidas de que tudo será feito antes do fim, de alguma forma.
As implicações aqui são bastante abrangentes, especialmente dada a conversa que Yuri e Joe tiveram no final do episódio. Uma vez que Yuri descobre a verdade por trás de seu equipamento - uma verdade que Yukiko agora sabe, graças a Nanbu - isso mudará a maneira como ele se sente em usá-lo no ringue? Nanbu trouxe Sachio para Yukiko para tentar protegê-lo de Fujimaki, o que sugere que ele ou decidiu deixar Joe lutar para ganhar ou reconheceu que ele não poderia detê-lo de qualquer maneira. Eu não acho que é uma certeza ainda, mas eu gostaria de acreditar que há decência básica suficiente em Yukiko para reconhecer que ela tem uma dívida para com Sachio depois do que sua empresa fez com ele. É com isso que Nanbu está contando, de qualquer forma.

No final da temporada, seria mais surpreendente para mim se Megalo Box tivesse um episódio que não fosse excelente. Certamente houveram picos e vales em geral, mas esta série tem mantido um nível notável de consistência em sua execução. Semana após semana, Megalo Box entregou tudo o que eu procuro em um drama esportivo com estilo e espírito.O show conseguiu estabelecer um alto padrão para si mesmo.


Avaliação:      ★(+++)
***

Bottom Ad [Post Page]