Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Semanalanálise semanal Megalo boxMegalo Boxresenharesenha crítica

Megalo Box #9 - Uma flor morta jamais desabrochará | Análise Semanal


De certo modo, não há muito drama nessa luta entre Joe e Shirato Mikio - diferente do drama que tivemos para essa luta acontecer. Há apenas um resultado a se adquirir caso a série siga seu curso destinado e, em cada caso, esse foi o resultado que obtivemos. Mas isso me deixa bastante preocupado com o que vai acontecer no final, porque outra coisa que não tem muito suspense é a dose de tragédia grega que o show tem - e há mais do que apenas um sopro disso para Megalo Box. E a imagem duradoura de cada episódio sucessivo é a terrível batida que o corpo (e o cérebro) de Joe está recebendo a cada luta sucessivamente mais brutal.

Fiquei surpreso que o episódio nos jogou bem no meio da luta - no meio do segundo round, para ser preciso. Mas eu suponho que o oitavo episódio inteiro foi construído para ele, então dificilmente fomos enganados nesse departamento. E como é de costume com as lutas de Joe, ele está apanhando bastante nas primeiras rodadas. Perder alguns dentes será o menor dos problemas do protagonista se isso continuar - e ele experimenta a lona duas vezes no segundo, embora se arraste para de pé toda vez.

A ideia de que um adversário sem Gear seria o calcanhar de Aquiles para o equipamento de Mikio (que é chamado de "Ace") foi uma boa no papel. Mas Ace é aparentemente tão avançado que pode prever um movimento que é visto apenas uma vez - o que deixa todo o trabalho que Joe e Nanbu fizeram no ginásio (visto através de um belíssimo corte no meio da luta contra Mikio) aparentemente inutilizado. Mas, para um lutador que parece estar ganhando facilmente, Mikio não parece muito feliz - certamente não com a sua equipe de técnicos que ridicularizam a ideia dele ser um lutador genuíno.
De que tipo de habilidade Mikio precisa se o equipamento dele está realmente fazendo tudo o que ele pensa - e movendo os braços em resposta? Isso leva o aumento de poder para um outro nível e basicamente irrita a ideia do boxe como um esporte competitivo. Mas o que é interessante é que Mikio parece estar ciente disso - mesmo quando ele obsessivamente empurra para obter seus níveis de sincronização com o Ace até 100%, ele também parece estar tentando desesperadamente afirmar seu próprio controle sobre o que ele faz no ringue. Mas essa afirmação que ele busca é inútil, ele já está morto como um artigo genuíno, como um lutador de verdade; essa flor estando já morta não pode desabrochar. Eu não tenho certeza onde o Ace pára e Mikio começa, e eu não tenho certeza se Mikio é ou não.

Há um calcanhar de Aquiles, na verdade, não apenas de Ace, mas de todos os Gears, e já vimos isso se afirmar várias vezes. Usar qualquer tipo de equipamento prejudica o corpo - em Aragaki, em Mikio e em Yuri também. A maior arma de Joe no ringue tem sido basicamente sua mandíbula e sua resistência - ele sobreviveu a seus oponentes mais difíceis. Isso é mais ou menos o que acontece com o Mikio também, embora na verdade Joe aposte tudo em um único soco - a ideia é que se o Ace nunca o viu antes, ele não pode prever o que está por vir. Então Joe abaixa sua guarda para entrar na cabeça do Ace (e do Mikio) e prolongar essa luta, e pede para Nanbu avisar onde ele acha que o golpe fatal de Mikio virá.

Há definitivamente algo da tragédia clássica na maneira como tudo isso acaba. Mikio, na verdade, fica nocauteado porque no momento de crise ele desconsidera Ace e vai finalizar Joe com sua esquerda. "Uma flor morta jamais desabrochará." Enquanto isso é o oposto do que Nanbu previu, é o que o corpo de Joe disse a ele naquele momento. Então, na verdade, você tinha um boxeador que só tem seus próprios instintos para mostrar instintos melhores que um lutador de boxe que está acostumado a deixar uma IA controlar seus movimentos - dificilmente surpreendente. É o fim para Mikio, e enquanto Joe começa a lutar outro dia (se de fato a máfia o permitir), parece justo se perguntar quanto ele ainda pode suportar beijar a lona. 

O episódio ainda ofereceu um bom numero de homenagens a sua serie mãe, Ashita no Joe. Como os simbólicos cross counters.
Avaliação:      ★(++)
***

Bottom Ad [Post Page]