Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Notícias

Chinesa condenada a 10 anos de prisão por novel homossexual



Uma escritora chinesa foi condenada a 10 anos de prisão por escrever uma novel que retrata conteúdo romântico/erótico de homossexualidade, o que está causando uma enorme revolta nas redes sociais chinesas.

A escritora escreveu a novel Occupy em 2017, e conseguiu vender 7 mil cópias online o que despertou o interesse das autoridades na China onde é proibido produzir e vender conteúdo pornográfico.

Sobre
Occupy relata o romance proibido entre um professor e um estudante, sendo o romance rotulado como “repleto de representações gráficas de cenas masculinas de sexo homossexual tingidas de violência” por uma estação de televisão chinesa.

Como punição a escritora foi condenada a 10 anos e meio de prisão, provocando revolta nas redes sociais chinesas, já que muitos logo apontaram casos de homicídio e violadores receberam sentenças muito menos severas.

De acordo com a declaração das autoridades, vender mais de 5.000 cópias de livros pornográficos ou fazer mais de 10.000 yuanes (1400 dólares) com a sua venda é considerado uma “circunstância especialmente grave”, que carrega uma sentença de “prisão por não menos que 10 anos ou vida.

A autora não só vendeu mais de 5.000 cópias, como também obteve um lucro de 150.000 yuan ao fazê-lo.

Fonte: ANN, SoraNews

Bottom Ad [Post Page]