Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

destaqueTop 10 Melhores AnimesTop 10 Melhores Animes Janeiro 2020

TOP 10 Melhores Animes Janeiro 2020

Essa é a hora de falar dos destaques da temporada. Ou pelo menos aqueles que foram os menos piores. 

Para cada anime haverá um mini e resumido review, além da nota à respectiva série. Lembrando que este não é um ranking, mas sim uma forma de listar os 08 melhores da temporada. A classificação é feita pelos que mais serviram como entretenimento (alguns estão em ordem aleatória por empate), já as notas é pela crítica a cada anime.  Ao final, há uma tabela mostrando os TOPS individuais dos redatores - o top disposto nessa postagem é apenas uma junção dos destaques. Clique aqui e entenda melhor sobre o sistema de notas.
Regras:
1. Animes que ainda não acabaram não entram no TOP.
2. Animes de outras temporadas que acabaram nesta podem entrar.
3. A lista foi feita em relação aos animes que os redatores assistiram.
10º- Runway de Waratte
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Comédia, Paródia, Crossover, Fantasia
Direção: Nobuyoshi Nagayama (Happy Sugar Life, Sounan desu ka?)
Roteiro: Touko Machida (Happy Sugar Life, Lucky Syar, Hitsugi no Chaika, Hamatora de Animation)
Estúdio: Ezo'la (Happy Sugar Life, Sounan desu ka?)
Episódios: 12
PV1

SobreFujito Chiyuki uma aspirante a modelo e filha do dono de uma agência de modelos chamada Mille neige. Desde que era pequena o sonho de Chiyuki é de se tornar a maior modelo da agência de seu pai e desfilar no Paris Fashion Week, com uma ótima aparência e um ambiente favorável ela estava no caminho correto para realizar seu sonho, mas logo ela ficou diante de uma barreira intransponível quando ela parou de crescer com apenas 1m e 58cm, uma altura muito baixa para se tornar uma modelo profissional. Entretanto a Chiyuki ainda acreditava em si mesmo, independente de todos dizendo para ela que era impossível, mas a determinação dela começa a ruir quando ela entra no ensino médio. Neste momento ela conhece o Tsumura Ikuto, um colega de sala bem sombrio que possui um talento inegável para criar roupas, que também estava quase desistindo de seu sonho devido a problemas familiares, e juntos eles vão começar uma jornada impossível para realizar seus sonhos.

Mini-Review (Gapso): Apesar de muito direto ao ponto, direto até de mais, Runway é entretenimento decente o suficiente para nos intrigar com as "partidas" entre estilistas e modelos enfrentando a passarela. Por mais que muita coisa seja questionável, como a própria qualificação dos designs utilizados na obra para representar uma figuração realmente moderna ou inovadora, é um show decente de se assistir para quem gostar do tema.

9º- Blade of the Immortal
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Ação, Aventura, Histórico, Sobrenatural
Direção: Hiroshi Hamasaki (Steins;Gate, Terra Formars, Texhnolyze, Orange)
Roteiro: Makoto Fukami (Berserk, Gakkou Gurashi, autor de Mahou Shoujo Tokushusen Asuka)
Estúdio: Liden Films (Arslan Senki, Hanebado, Yamada-kun to 7-nin no Majo)
Episódios: 24
PV1 PV2

SobreNovo anime. Desenrola-se no Japão Feudal, na metade da era Tokugawa, 2º ano da era Tenmei (1782). Um ronin, Manji, é contratado por um homem para matar todos aqueles que não pagam impostos. Porém, ao se perceber que estava matando inocentes, ele se revolta e mata esse homem e todos os seus 99 guarda-costas. Mas Manji fica gravemente ferido durante a luta e recebe os cuidados de uma monja, que acaba por lhe conceder o “elixir da imortalidade”. Acontece que ele não pediu por aquilo, e agora terá que fazer um acordo com ela para conseguir recuperar o seu “direito de morrer

Mini-Review (Gapso): O novo anime de Blade of Immortal começa muito bem, bem dirigido e com estética agradável o suficiente para a baixa capacidade da produção não se destacar durante as cenas mais movimentas. Mas isso se perdeu e se arrastou ao longo de todos os 24 episódios, de forma que os contos episódios não só ficaram massantes, mas como também a direção perdeu o ritmo de condução e aquilo que era charmoso no início já soava medíocre posteriormente. O roteiro oscila dependendo de cada conto e contexto apresentado, talvez seja um caso ainda mais complicado de assistir ao se maratonar. 

8º- Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden 
Material de Origem: Smartphone Game
Gêneros: Magia, Drama, Psicológico, Suspense
Direção: Gekidan Inu Curry (Doroinu, Maria Holic)
Roteiro: Gekidan Inu Curry (Doroinu, Maria Holic)
Estúdio: SHAFT (Madoka Magica, Sangatsu no Lion, Madoka, Monogatari Series)
Episódios: 12
PV1

SobreA história tem lugar na cidade em expansão de Kamihama. Guiadas por um poder estranho, meninas mágicas se reúnem nesta cidade e batalham com um novo poder extraído das bruxas. Iroha Tamaki chega nesta cidade e se junta a outras meninas mágicas para procurar por sua irmã mais nova, Ui. Em pouco tempo, Homura Akemi também chega à cidade. “Se eu puder entender o mistério desta cidade, talvez eu possa salvar Kaname.”

A nova personagem Iroha Tamaki tornou-se uma menina mágica com o desejo de salvar sua irmã de uma doença. O site também lista Madoka Kaname como uma personagem do jogo: ela chega em Kamihara para procurar sua amiga desaparecida, Homura.

Mini-Review (Gapso): O spin off de Madoka é bonito e estiloso, a tentativa da Shaft de emplacar o mesmo drama psicológico da série original. Funcionou melhor em alguns poucos momentos do que em outros, mas a fórmula visual certamente estava lá. Para os fãs do estúdio, ou da obra em específico, é um entretenimento bem razoável.

7º- Gegege no Kitarou (2018)

Fonte: Mangá
Gênero: Comédia, Demônios, Sobrenatural
Diretor: Kouji Ogawa
Roteirista: Hiroshi Oonogi (FMAB, Sousei no Aquarion)
Estúdio: Toei Animation (Dragon Ball Super, One Piece)
Episódios: 97

SobreNovo remake da série. Kitaro é um jovem meio-humano e meio-yôkai que ajudar a mediar as relações entre seus dois povos de parentesco, para que ambos possam viver em harmonia. Quando um empresário inescrupuloso contrata o yôkai Nezumi Otoko para assustar os inquilinos de um complexo de apartamentos que pretende demolir, Kitaro atende o chamado de Kenta, um garoto vivendo no lugar que pede sua ajuda. As coisas se complicam quando o pai de Kenta entra em posse de uma pedra com poderes místicos que Nezumi roubou de um santuário xintoísta, o que provoca a ira dos espíritos-raposa que a estavam guardando. Kitaro é pego no fogo cruzado, e deve agora não só proteger Kenta e sua irmã Mika, mas recuperar a pedra antes que os yokais declarem guerra contra a humanidade.

6º- Kyokou Suiri
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Sobrenatural, Mistério, Romance, Comédia
Direção: Keiji Gotou (Endride, Uta Kata)
Roteiro: Noboru Takagi (Baccano, Durarara, Koi Kase)
Estúdio: Brains' Base (Baccano, Endride)
Episódios: 12
PV1

SobreQuando ainda tinha somente 11 anos, Kotoko foi sequestrada por um yokai, que a transformou em uma poderosa intermediária entre o mundo espiritual e o mundo humano, Mas esse poder teve um preço: um olho e uma perna. Enquanto isso, Kurou Sakuragawa, um estudante universitário de 22 anos, acaba de terminar com a namorada depois que ele fugiu sozinho quando os dois encontraram um kappa. Vendo isso como sua chance de se aproximar dele, Kotoko imediatamente faz seu movimento, na esperança de se casar com Kurou um dia. No entanto, ela rapidamente percebe que há algo mais para Kurou. Com esse conhecimento, ela pede a ajuda dele para resolver os vários problemas apresentados pelo sobrenatural, o tempo todo desejando que seu novo parceiro acabe retribuindo seus sentimentos. 

Análise Aqui.

5º- Star☆Twinkle Precure
Material de Origem: Original
Gêneros: Ação, Fantasia
Direção: Hiroaki Miyamoto
Roteiro: Isao Murayama (Mahotsukai Precure, Toriko)
Estúdio: Toei Animation (One Piece, Dragon Ball, KADO)
Episódios: 49
PV1

SobreA história começa quando o protagonista Hikaru encontra alienígenas Lala, Prunce e Fuwa enquanto observa o céu noturno. Ela aprende sobre o "Palácio das Estrelas", onde as 12 princesas das estrelas das constelações mantiveram o equilíbrio do universo até serem atacadas. Lala está procurando os lendários guerreiros Precure para ajudar a encontrar as 12 "canetas Princess Star Color" espalhadas e reviver as princesas. Quando Fuwa é capturada por um inimigo, Hikaru deseja salvar Fuwa, e um Star Color Pendent e uma Star Color Pen aparecem para permitir que ela se transforme em Cure Star. A partir daí, ela trabalha para recolher as canetas e criar Fuwa, que é a chave para reviver as princesas.

4º- Chihayafuru 3 
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Drama, Escolar, Game
Direção: Morio Asaka (Chihayafuru, Chobits, Nana)
Roteiro: --
Estúdio: Madhouse (Chihayafuru, Overlord, No Game No life)
Episódios: 24
PV1

Sobre: Terceira temporada. Chihaya é uma bela garota que diferente das outras de sua idade não possui um sonho em especial. Ou melhor, não possui um sonho próprio. Seu desejo é ver sua irmã sendo uma modelo de sucesso, e não parece se incomodar com a idéia de apenas desejar o sonho dela sem se preocupar consigo mesma. Até que um dia um novo estudante chamado Arata diz que a menina precisa de um sonho próprio para estar bem consigo mesma. O sonho de Arata é se tornar um profissional de um jogo de cartas japonês, o que deixa Chihaya maravilhada e disposta a compartilhar esse sonho com Arata e mais um amigo, Taichi. Porém eles acabam se separando e se encontrando somente 4 anos depois, mas com muitas mudanças rodeando Arata. O que será que aconteceu? Quais foram os resultados de seus sonhos? O que o tempo proporcionou aos 3 amigos?

Mini-Review (Gapso): Chihayafuru 3 teve a mais inconsistente das temporadas. O primeiro ato é abrupto sobre a repentina decisão má desenvolvida da protagonista em relação ao seu futuro, um explícito artifício do roteiro para a história se prolongar. Duvidoso. Mas os arcos seguintes desenvolvem os personagens secundários e suas ambições em tornarem-se mestres e mestras do game. O desenvolvimento é desenfreado e muito convincente, ardoroso e emocionante como a obra costuma fazer em suas partidas poéticas - com grande colaboração da direção em apoiar o esforço dos personagens e suas ambições. Apesar de não tão excelente quanto seus antecessoras, uma grande temporada. 

3º- Haikyuu!! 4: To The Top
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Esporte, Drama, Comédia, Escolar
Direção: Masako Satou (Anima Yell, diretor de episódio de Ballroom to Youkoso e Haikyuu 1, 2 e 3)
Roteiro: Yaku Kishimoto (Haikyuu, 91 Days, Gin no Saji)
Estúdio: Production I.G. (Haikyuu!, Ballroom to Youkoso, Ghost in the Shell)
Episódios: --
PV1 PV2

SobreQuarta Temporada. Hinata Shouyou, ao ver uma partida de voleibol, fica fascinado com “o Pequeno Gigante”, um habilidoso jogador de vôlei, então decide juntar-se ao clube de vôlei de sua escola, no entanto ele é o único membro do clube. Após 3 anos ele finalmente completa o time e ruma para a disputa do Torneio de Primavera. No entanto seu primeiro oponente de cara é o preferido das finais. É neste momento que ocorre o encontro de Hinata com Kageyama Tobio, o “Rei das quadras”. Embora tenham perdido a partida, Shouyou ainda está determinado a tomar o título de Kageyama, e ser aquele que permanece na quadra. Ao entrar na escola secundária, ele surpreende-se ao ver que ele e Kageyama, antes adversários, estão agora na mesma escola e clube!


Mini-Review(Gapso): Apesar da repaginada da staff, Haikyuu! se manteve muito bom. Os designs muito mais fieis ao seu original do que nunca contribuíram para a curta primeira parte da temporada que cobriu um arco muito pessoal sobre a qualificação do protagonista - para só ao seu final engatar para o torneio nacional. O ápice da história até onde conhecemos. Ao menos para quem assiste apenas ao anime. Foi bom. A qualidade técnica e de narrativa de Haikyuu dispensa comentários, já fiz uma análise sobre.

2º- Dorohedoro
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Ação, Fantasia, Drama, Comédia
Direção: Yuichiro Hayashi (Garo Divine Flame, diretor de episódio de Garo Vanishing Line, Kakegurui)
Roteiro: Hiroshi Seko (Ajin, Vinland Saga, Owari no Seraph)
Estúdio: MAPPA (Yuri!! On Ice, GARO, Kakegurui, Zankyou no Terror)
Episódios: 12 
PV1 PV2

SobreEm um mundo onde humanos e usuários de magia coexistem, Hole é um distrito sombrio, decrépito e desordenado, onde a presa dos fracos e da morte é uma ocorrência comum - é quase o mesmo que o nome que lhe é dado. Um domínio separado da lei e da ética, é um campo de teste para os usuários mágicos que o dominam. Como uma raça que ocupa os níveis mais altos de sua sociedade, os usuários de magia pensam nos habitantes de Hole como não mais que insetos. Assassinados, mutilados e fizeram experimentos sem pensar duas vezes, os impotentes moradores de Hole enchem os corredores do hospital de Hole diariamente. Kaiman é um homem cujo o rosto foi transformado em um rosto de lagarto por uma magia, e ele não tem recordações do seu passado. A fim de recuperar seu rosto de verdade e suas memórias de volta, Kaiman dedica seu tempo a caçar usuários de magie e, é claro, a comer gyozas.

Mini-Review (Léo): O dono da temporada ao lado de Eizouken. Dorohedoro reúne os elementos mais inusitados possíveis, na construção de um mundo incrível, inquieto e violento do qual ele constantemente tira sarro. O roteiro sabe quando e onde inserir detalhes, entregando um impressionante consenso entre uma narrativa fluida e um saber notável de como se incorpar mistérios e conectar personagens num emaranhado insano porém coerente. A comédia funciona não só por si só, mas também porque é através dela que a história oferece  sequências que reforçam os laços entre os personagens, por isso, eles são outro grande trunfo do anime. O trabalho de computação gráfica foi excelente. 

O mundo já singular da obra ganhou uma vida ainda mais intensa e suja, com alguns cortes e viradas de câmera bacanas além de uma direção bem esforçada. 12 episódios só de adaptação devem ter ajudado o Mappa a manter a consistência. Entretanto, o maior defeito foram algumas partes aceleradas demais. O storyboard dos episódios se mostrou apertado em alguns momentos, e certas cenas não tiveram o devido tempo de acontecer (como aquela da luta da Nikaidou no início do episódio 10). Dorohedoro teria ganhado uma nota maior também se tivesse um fim definitivo, mas tem muito pano pra manga, muitos mistérios e muita coisa a se explorar nessa dicotomia desigual, na qual um lugar se chama literalmente BURACO e é explorado por uma outra dimensão, comandada por feiticeiros. Obrigado, Dorohedoro! E que venha a segunda temporada!

1º- Eizouken ni wa Te wo Dasu na!
Material de Origem: Mangá
Gêneros: Aventura, Fantasia, Comédia, Escolar
Direção: Masaaki Yuasa (Devilman CryBaby, Ping Pong, The Tatami Galaxy)
Roteiro: Masaaki Yuasa (Devilman CryBaby, Ping Pong, The Tatami Galaxy)
Estúdio: Science Saru (Devilman: Crybaby, Yoru wa Mijikashi Arukeyo Otome, Yoake Tsuferu Lu no Uta)
Episódios: 12
PV1 PV2

SobreSakusa Midori quer criar um anime, mas ela está muito desanimada para dar o primeiro passo sozinha. Mas, por puro acaso, ela conhece Mizusaki Tsubame, uma socialite promissora que sonha em se tornar uma animadora. Juntamente com Kanamori Sayaka, a melhor amiga amante de dinheiro de Midori, o trio energético trabalha lentamente para tornar o seu "mundo supremo" uma realidade!

Análise Aqui.

Tabela com os TOPs individuais dos redatores


***

Bottom Ad [Post Page]