Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Deca-DencePrimeiras Impressões

Deca-Dence | Primeiras Impressões

Deca-Dence foi facilmente o meu título original mais esperado para esta temporada, por várias razões. Primeiro, porque, bem, devido ao momento sui generis do mundo com a COVID a temporada de anime de julho está drasticamente reduzida. Mas o maior, é claro, é o fato de Deca-Dence ser uma nova produção de uma das maiores estrelas em ascensão do anime - Yuzuru Tachikawa, o diretor incrivelmente talentoso por trás da obra-prima Mob Psycho 100 e Death Parade. Qualquer anime de Tachikawa é um evento em si, ainda mais um original, e Deca-Dence é o primeiro desde de Death Parade.  

Depois de assistir esse primeiro episódio, fiquei com sentimentos confusos sobre o resultado - enquanto ainda era uma produção realmente forte e bem executada, a história e as suas ideias se sentiam ainda genéricas.  Deca-Dence, mais do que tudo, começa como um amálgama de anime mecha anteriores, que eram em sua maioria genéricos, o que o torna genérico ao quadrado. Sua premissa pós-apocalíptica, worldbuilding, personagens - tudo parece filtrado de outas series.  O que faz sentido - baseados em suas entrevistas, Tachikawa parece ter desenvolvido esse programa principalmente porque ele realmente queria fazer um anime mecha, e isso é perfeitamente bom por si só.  Mas funciona como um pensamento não desenvolvido muito além. Droga, há até uma cena preguiçosa de exposição no começo, para a qual nunca vi esse diretor se curvar. 

Mas apesar das batidas narrativas de Deca-Dence não serem particularmente novas, mais importante do que a singularidade de idéias é o que você realmente faz com elas, e no caso desta serie, esse episódio rapidamente estabelece um relacionamento forte e cativante entre seus dois personagens centrais e complementa esse gancho central com muitos detalhes convincentes. A protagonista, Natsume, é provavelmente o ativo mais forte desta produção. Seu orgulho conquistado com esforço e inseguranças compreensíveis a tornam uma heroína naturalmente simpática. Sua determinação significa que esse episódio se move rapidamente através de sua configuração inicial, sem criar uma sensação de que estamos correndo por conflitos. E principalmente, seu carisma é ganho pela energia visual carinhosa, exagerada e alegre que a produção lhe entrega. 

Francamente, se eu não soubesse quem era a equipe envolvida, não tenho certeza se esta teria sido uma serie em que eu estava realmente mirando. A premissa já parecia bastante um lugar comum, e o primeiro episodio não fez muito paras crescer acima disso. Mas a lista de funcionários é deslumbrante - além de Tachikawa, ostenta uma equipe de animadores estrelas, como Boya Liang e Izumi Murakami, e conhecidos designers. E os visuais acima da media correspondem a essa equipe, com muita animação de personagens fluida, além de algumas sequências de ação bem organizadas. Da sua cinematografia a sua animação, essa estreia era totalmente fundamentado sobre uma sensação de impacto e escala. Pouco sobre a estréia de Deca-Dence é genuinamente novo, mas tudo ainda parece confiante e envolvente o suficiente. 
Avaliação:      ★ 

Bottom Ad [Post Page]