Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Análise Semanalanálise semanal oregairu 3destaqueoregairu

Oregairu #08 e #09 | Análise Semanal

É natural que adaptações de obras como essa envolvam o cotidiano não tão intenso dos personagens e que trabalhe diálogos importantes e secundários durante a narrativa contínua. As relações entre eles, suas motivações e pensamentos não mudam tão rapidamente - de um episódio para o outro - e por este motivo que evitei escrever sobre os episódios anteriores. Não é como se fosse algum problema de roteiro este ínterim, pois, como dito, é natural que os desdobramentos sejam orgânicos, apenas procurei evitar de fazer outras análises em que as mesmas coisas seriam ditas novamente devido as mesmas conclusões. Era necessário esperar pelo avanço da história.

Isto posto, lembremos então que havia uma competição ente Hachiman e Yukinon por "quem conseguiria resolver o problema do baile mais rápida e eficientemente". Quem vencesse deveria fazer o que o vencedor mandasse. Pois bem.

Yukino se considera má para o Hachiman por só depender dele acreditando lhe causará problemas. Ela usou essa competição para tentar cortar os laços com o protagonista, apesar de ser a última coisa que ela gostaria de fazer, isso pois ela havia aceitado o pedido dele de lhe conceder algo genuíno. E Yukinon provavelmente acha que ele seria muito mais feliz com uma garota simples como Yui do que com alguém tão problemático como ela. E claro que ela tem considerações pela sua amiga, deduzindo a felicidade de Yui com essa decisão.

Essencialmente, Yukinon dizer para Hachiman conceder ao desejo de Yui é fazer o que o Hachiman faz, sacrificar-se e tentar criar um mundo onde ninguém mais se machuque (exceto eles próprios).
Enquanto isso, Hachiman quer provar que o que eles têm não é co-dependência. Mas Yukinon tem uma auto-estima muito baixa e ela se obrigou a pensar que é apenas um aborrecimento para ele. Ao ver Yukinon explicando como ela gostava de tudo com ele, ele perdeu suas forças. Porque isso era algo que ele queria ouvir desde muito tempo. É importante também lembrar que nenhum destes dois possuem boas habilidades de comunicação, o que é a base para boa parte de seus problemas. É por isso que Hachiman resolve respeitar o desejo dela, pensando no calor do momento que isso é o melhor e que talvez seja isso que ela queira. E ele cumpriria tudo o que ela dissesse. Então Yukinon diz que seu desejo é que ele conceda o desejo de Yui.

O fato do Service Club ter acabado novamente está diretamente envolvido nessa premissa de co-dependência e não devido ao triângulo amoroso entre seus membros. É claro que Yukino e Hachiman chegaram à resposta errada, principalmente como resultado de suas péssimas habilidades de comunicação e hesitação em revelar os fatos rapidamente. Co-dependência era uma desculpa conveniente o suficiente para o trio agir (por exemplo, Hachiman ajudando Yukinon) e terminar as coisas de uma maneira não destrutiva, o tempo todo recorrendo a sofismas e fugindo da realidade. Hachiman e Yukinon precisam perceber sua grande bagunça e dirigir para o destino correto.
É bom lembrar sobre quando Haruno mencionou pela primeira vez o conceito de co-dependência. Vendo que Haruno mostrou desapontamento em resposta ao uso de co-dependência por Hachiman como uma desculpa, qual era sua real intenção ao proferir essa palavra naquele episódio? Além de afirmar o fato óbvio, Haruno usou a co-dependência como uma figura de linguagem para descrever a incapacidade do trio de transmitir diretamente seus sentimentos uns aos outros. Os relacionamentos co-dependentes foram parcialmente causados ​​pelo desejo de Hachiman de estar com Yukinon, junto com o desejo de Yui de estar com Hachiman. Se eles fossem abertos um com o outro, poderiam resolver o problema real de maneira muito mais simples.

Yukinoshita sempre se sentiu responsável de uma forma ou de outra pelo modo como Hikigaya se tornou. Ela estava lá quando o carro o atropelou, fazendo com que ele perdesse as esperanças de ter um "novo recomeço" na escola. Ela estava lá quando Hikigaya fez a falsa confissão para Ebina, percebendo que ele se atirou na própria perna apenas para satisfazer o que se esperava dele. Agora ela está lá novamente com seu próprio pedido atendido, mas Hikigaya mais uma vez se jogou escada abaixo para ajudá-la. Yukinoshita está tão incrivelmente culpada neste momento por como ela se sente por ele, mas tão mal por quantos problemas ela causou a ele apenas por causa de suas expectativas, que ela não tem escolha a não ser "terminar" seu relacionamento para que Hikigaya possa seguir em frente relacionamentos mais saudáveis. É por isso que Yukinoshita deseja que o desejo de Yuigahama seja realizado, porque Yukinoshita sabe que Yuigahama dará a Hikigaya o carinho que ela se sente culpada demais para dar.
Com o nono capítulo nos é permitida a análise de alguns pontos sobre as atitudes de Hachiman e de Yui. Mais uma vez, a posição de Yui no coração de Hachiman é observada quando os dois passam o dia juntos fazendo tortas como um presente de aniversário atrasado para Komachi. Yukinon dizendo a Hachiman para conceder o desejo de Yui serve como referência aqui. Hachiman e Yui estão finalmente juntos em uma cozinha e estão fazendo coisas que um casal faria. Porém, a imagem de 5 episódios atrás volta à mente. Tudo naquela cabine era real, mas servia como imitação de objetos em uma casa ideal. Depois de experimentar uma simulação de como seria se os dois namorassem, Hachiman conclui que ele não pode se apaixonar por Yui e, portanto, não pode conceder o desejo de Yui por completo.

Voltando à cena do parque, é possível notar como Yui não aceitou a forma como essa competição acabou. A resposta mais óbvia talvez seja de que ela não queria que o trio se separasse, ela não poderia mais ter tudo. Em certo momento, confessa que também quer realizar o desejo de Hachiman enquanto pensará sobre qual é o seu verdadeiro desejo.

A contradição óbvia aqui é que Yui sempre soube qual é seu verdadeiro desejo. Já venho repetindo isso nas últimas análises e esse é um dos motivos das pausas inclusive. O desejo de Yui é que ela esteja com Hachiman enquanto mantém a amizade do clube. O motivo pelo qual ela não contou isso a Hachiman nessa cena não mudou: ela ainda não está disposta a magoar seus amigos. Buscar o desejo dela significaria ter os membros do clube revelando seus verdadeiros sentimentos juntos, o que daria origem a uma onda de emoções dolorosas internas entre os três. Yui não quer lidar com isso ainda, então ela usa sua longa lista de desejos menos relevantes e o próprio desejo de Hachiman para protelar. Como sempre, Yui se move para evitar mudanças.
Outra razão pela qual Yui não pôde aceitar o fim dessa disputa entre Hachiman e Yukinon é porque as coisas não terminaram corretamente, os três mal conseguem conversar direito e usam a definição de co-dependência como desculpa para tudo. 

Uma terceira explicação possível para o motivo de Yui reagir negativamente à proclamação de Hachiman na cena do parque é porque ela simplesmente é egoísta. Com o fechamento do clube, ela não tem mais uma desculpa para estar perto de Hachiman. O ano letivo também está terminando, o que significa que os dois podem ficar separados. No entanto, Yui teve tempo suficiente com Hachiman para solidificar seu relacionamento e pode tentar manter contato com ele apesar do contratempo. Porém, no fundo, Hachiman sabe o que ele realmente deseja.
É importante notar nas cenas mais avançadas do episódio, já nas dinâmicas do colégio, como Yukino usa Iroha para transmitir suas mensagens para Hachiman, apesar de estar bem na frente dele. Ela aparenta estar totalmente bem em deixar Yui agarrar-se a ela e fala com Yui diretamente. Pode ser que Yukino não tenha terminado seu relacionamento com Yui. Seu único motivo era isolar-se de qualquer pessoa em quem pudesse confiar. Assim, distanciar-se de Hachiman quando sozinho ainda funciona, uma vez que seria muito improvável para Yukino começar a se apoiar em Yui, entre todas as pessoas. 

É claro que também é possível acreditar que ela tenha rompido o laço com ambos e que Yui está apenas agindo pegajosa como um meio de impedir Yukino de ir embora, a fim de cumprir seu desejo de que os três ficassem juntos ao tentar forçar a situação (como é de praxe da personagem). No entanto, Yukino se sente muito confortável em falar com Yui, ao contrário de como ela é com Hachiman. Se ela estivesse evitando Yui também, provavelmente agiria um pouco mais parecido com os dois.
Em sua relutância em enfrentar seus problemas diretamente, o Service Club enfrenta o mesmo conflito que enfrentou na primeira parte da 2ª temporada. Da mesma forma, eles ainda estão longe de terem algo genuíno como desejam. Hachiman esteve ciente disso durante todo o processo e questiona se o que eles estão fazendo realmente é o melhor curso de ação. Um ponto irônico é que, apenas dois episódios atrás, Hachiman disse que revelar seus verdadeiros sentimentos era a maneira mais fácil de sair da bagunça na qual o clube se encontra. É justamente o que não está acontecendo. Isso coloca em perspectiva o quão difícil será resolver os problemas do clube da maneira certa. Os três não têm uma eternidade para decidir isso, no entanto.

Extra
O início do episódio com Hachiman decidindo contar tudo a irmã sem hesitação também transmite progresso no desenvolvimento do personagem. Lembremos a briga dos dois na segunda temporada. Komachi assume uma atitude séria desta vez ao fazer "a pergunta" a Hachiman e hesita em prosseguir no início. Acabei deixando como extra porque não consegui encaixar essa observação no restante do texto.
***

Bottom Ad [Post Page]